A IMPORTÂNCIA DA CINTA NO PÓS-OPERATÓRIO

Atualizado: 11 de mai. de 2020

As cirurgias plásticas requerem o uso de cintas no pós-operatório. Elas variam muito de compressão e modelo. O ideal é que você alinhe isso muito bem com seu cirurgião ou com o profissional responsável.


O Objetivo da cinta nesses casos é dar suporte as condições pós-operatórias. A cinta contém e trata o edema, diminui a dor, da estabilidade, melhora a postura e acelera a recuperação.

Cintas para o pós-operatório tem características especificas tanto com relação ao modelo quanto em relação a compressão é diferente de cinta estética ou espartilhos.

Depois de um corte ou um trauma o organismo lança mão de um processo inflamatório e como consequência formação de muito liquido além de toda reacomodação dos tecidos, por isso precisamos de usar cinta. Então além de fornecer suporte mecânico aos tecidos traumatizados ela tem um papel importante no controle dos líquidos.

A malhas de contenção mais conhecidas no mercado são as malhas tubulares, a trama cilíndrica dessas malhas faz uma compressão suave e importante nos tecidos. Ela deve estar no tamanho ideal e não e uma estratégia inteligente apertar além do seu tamanho para aumentar a compressão quando for necessário. Para aumentar essa pressão, necessária principalmente quando temos seroma ou um voluma excessivo de edema, e necessário uso de espumas de alta densidade ou talas anatômicas.

Outro tipo de malhas para uso pós-operatório existentes no mercado são as malhas planas. A disposição da trama do tecido plano confere menos elasticidade e mais estabilidade nessa compressão. No geral essas malhas são usadas depois que passa a fase inicial de instabilidade, ela garante uma compressão eficiente para tratar edema pois esse tipo de tecido faz com que o tecido devolva com mais eficiência esse edema para os vasos linfáticos para o organismo absorver.


NÃO PULE ESSA ETAPA TÃO IMPORTANTE QUE É A ESCOLHA DA MELHOR CINTA ALINHE BEM ISSO COM SEU CIRURGIÃO OU COM O PROFISSIONAL RESPONSÁVEL.

A COMPRESSÃO NÃO DEIXA DE SER O 'REMÉDIO' IDEAL PARA OTIMIZAR E ACELERAR O RESULTADO DA SUA CIRURGIA.








* Consulte seu médico ou o profissional responsável pelo seu pós-operatório.
209 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo